ETE – Estações de Tratamento de Efluentes

O que é tratamento de efluentes?
Tratamento de efluentes é a designação genérica para um vasto número de técnicas, geralmente implementadas em Estações de Tratamento de Efluentes (ETE), onde se combinam os sistemas e tecnologias necessárias que permitem adequar os efluentes à qualidade requerida pela legislação ambiental para o lançamento nos corpos receptores.

O que é uma Estação de Tratamento de Efluentes?
Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) são estações compactas que tratam os efluentes de origem doméstica e/ou industrial, para depois serem escoadas para os cursos d’água com um nível de poluição aceitável, conforme a legislação ambiental vigente para o meio ambiente receptor.

Qual a Estação de Tratamento de Efluentes que atende a minha necessidade?
Para sugerir uma ETE que atenda sua necessidade específica, precisamos conhecer a natureza e características do efluente gerado e características exigidas pela legislação para o efluente final.

Como faço o Projeto?
A partir dos dados informados, a EN2 tem condições de sugerir um modelo de ETE – Estação de tratamento para o efluente gerado que atenda às necessidades ambientais. Podendo, nesta etapa apresentar uma Proposta técnica-comercial do modelo sugerido. Porém, para implantar esta Estação serão necessárias ás devidas licenças: LP Licença Prévia, LI – Licença de Instalação e LO – Licença de Operação que são expedidas por agentes locais mediante análise e aprovação de Projeto Básico ou Executivo. Via de regra este Projeto é feito um Consultor contratado pelo Cliente.

Quais são os Equipamentos que compõem uma ETE?
Dependendo da natureza e características do efluente, será definido o sistema de tratamento e os equipamentos, via de regra:

  • Para tratamento de esgoto sanitário (doméstico) será sugerido um tratamento biológico aeróbio, por lodos ativados, com sistema de reuso opcional.
  • Para tratamento de efluente industrial poderá ser sistema físico/químico seguido de biológico, inclusive com tratamento opcional de reuso.

Numa ETE, as águas residuais passam por vários processos de tratamento com o objetivo de separar ou diminuir a quantidade da matéria poluente da água. Os processos utilizados em uma estação de tratamento são divididos em 4 etapas: pré-tratamento ou tratamento preliminar, tratamento primário, tratamento secundário e tratamento terciário.

    Principais BENEFÍCIOS DA SOLUÇÃO ETE:

  • Maior ganho de espaço;
  • Praticidade na instalação;
  • Pode ser instalados próximos as residência;
  • Responsabilidade ambiental;
  • Maior resistência a UV (raios do sol);
  • Reaproveitamento da água, podendo chegar á 98% de Eficiência no tratamento;
  • A água tratada pode ser usada nas plantas, calçadas e nas próprias descargas dos vasos sanitários etc.
Estação de tratamento de esgoto- Hospital José Pedro Natal-RN

Estação de tratamento de esgoto- Hospital José Pedro Natal-RN

Arena Recife-PE

Arena Recife-PE